Auxílio emergencial 2021: saques começam amanhã (30/4)! Veja quem pode sacar!

A Caixa Econômica Federal inicia, a partir de amanhã (30/4), o saque do auxílio emergencial 2021 para o público em geral. Quem tiver interesse em transferir os valores por Pix, TED ou DOC também conseguirá fazê-lo a partir dessa data.

Mas, atenção a um detalhe: as datas de liberação de saque e transferência variam de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. O governo criou um calendário específico para saques e aqui você confere quais são as datas!

Publicidade

Publicidade

pessoa com dinheiro em mãos

Auxílio emergencial 2021: alteração do calendário de saque e transferência

Em abril, o governo federal alterou o calendário de saque e transferência do auxílio emergencial. Antes, os beneficiários conseguiriam realizar esses procedimentos somente a partir de 4/5.

Agora, o calendário de saque e transferência atual tem início em 30/4 e se estende até 17/5. As datas são estabelecidas conforme o mês de nascimento dos beneficiários e, de acordo com o governo, a proposta tem como finalidade evitar aglomerações em agências bancárias, minimizando a possibilidade de contaminação pelo novo coronavírus.

Calendário de saque e transferências do auxílio emergencial 2021

Você é beneficiário do auxílio emergencial 2021, mas não sabe quando poderá sacar o benefício ou transferir o dinheiro entre contas?

Publicidade

Publicidade

Então, confira o calendário liberado pelo governo com as datas definidas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários:

Janeiro

  • Primeira parcela: 30 de abril
  • Segunda parcela: 08 de junho
  • Terceira parcela: 13 de julho
  • Quarta parcela: 13 de agosto

Fevereiro

  • Primeira parcela: 3 de maio
  • Segunda parcela: 10 de junho
  • Terceira parcela: 15 de julho
  • Quarta parcela: 17 de agosto

Março

  • Primeira parcela: 4 de maio
  • Segunda parcela: 15 de junho
  • Terceira parcela: 16 de julho
  • Quarta parcela: 19 de agosto

Abril

  • Primeira parcela: 5 de maio
  • Segunda parcela: 17 de junho
  • Terceira parcela: 20 de julho
  • Quarta parcela: 23 de agosto

Maio

  • Primeira parcela: 6 de maio
  • Segunda parcela: 18 de junho
  • Terceira parcela: 22 de julho
  • Quarta parcela: 25 de agosto

Junho

  • Primeira parcela: 7 de maio
  • Segunda parcela: 22 de junho
  • Terceira parcela: 27 de julho
  • Quarta parcela: 27 de agosto

Julho

  • Primeira parcela: 10 de maio
  • Segunda parcela: 24 de junho
  • Terceira parcela: 29 de julho
  • Quarta parcela: 30 de agosto

Agosto

  • Primeira parcela: 11 de maio
  • Segunda parcela: 29 de junho
  • Terceira parcela: 30 de julho
  • Quarta parcela: 01 de setembro

Setembro

  • Primeira parcela: 12 de maio
  • Segunda parcela: 1 de julho
  • Terceira parcela: 4 de agosto
  • Quarta parcela: 3 de setembro

Outubro

  • Primeira parcela: 13 de maio
  • Segunda parcela: 2 de julho
  • Terceira parcela: 6 de agosto
  • Quarta parcela: 6 de setembro

Novembro

  • Primeira parcela: 14 de maio
  • Segunda parcela: 05 de julho
  • Terceira parcela: 10 de agosto
  • Quarta parcela: 08 de setembro

Dezembro

  • Primeira parcela: 17 de maio
  • Segunda parcela: 08 de julho
  • Terceira parcela: 12 de agosto
  • Quarta parcela: 10 de setembro

Como movimentar o auxílio emergencial antes do prazo de saque?

Uma das principais dúvidas dos beneficiários é como movimentar o auxílio emergencial antes do prazo de saque. A princípio, o governo possibilita o pagamento de contas pelo aplicativo Caixa Tem.

Quem precisar fazer compras em supermercados, por exemplo, pode efetuar o pagamento por meio de QR Code ou cartão virtual gerado no próprio aplicativo Caixa Tem.

Outra forma não oficial de ter acesso ao dinheiro rapidamente é transferi-lo para uma conta de fintech, como Nubank ou PicPay, caso tenha uma. Neste caso, basta gerar um boleto com o valor do auxílio, efetuar o pagamento no Caixa Tem e aguardar a transferência.

Assim que o dinheiro estiver na conta, o que pode demorar até três dias, será possível sacá-lo. Mas, atenção a um detalhe: as empresas normalmente cobram uma taxa por cada saque realizado.

Sempre verifique quanto é cobrado antes de efetuar o saque, para evitar surpresas desagradáveis ao realizar a operação.

Valor do auxílio emergencial 2021

Publicidade

Publicidade

O governo federal estabeleceu três faixas de valores para o auxílio emergencial 2021. Desta vez, as famílias podem receber:

  • R$ 150,00: valor destinado a famílias com apenas uma pessoa;
  • R$ 250,00: benefício oferecido a famílias com mais de uma pessoa;
  • R$ 375,00: total voltado a mães que são chefes de família.

Se na sua família tiver mais de uma pessoa elegível ao auxílio emergencial 2021, apenas uma poderá recebê-lo, porque o benefício não é cumulativo.

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário