Auxílio no Ceará: Governo cria mais duas medidas para auxiliar população. Veja!

Nesta quarta-feira (07/04), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou duas novas ações emergenciais de auxílio para as famílias cearenses. As medidas sociais chegam para ajudar famílias em condição de vulnerabilidade social e trabalhadores do setor de transportes neste momento crítico da pandemia no Brasil.

Em transmissão ao vivo nas suas redes sociais, Camilo divulgou um cartão alimentação de R$ 200 para cerca de 150 mil família. O Auxílio Cesta Básica será dividido em duas parcelas de R$ 100, e além de complementar a renda dos beneficiários também chega para estimular compras no comércio local.

A outra medida social anunciada é a suspensão do pagamento da taxa de regulação no transporte regular e complementar do Ceará. A ação era uma reivindicação do setor de transportes, e deve valer para os meses de abril e maio.

governador camilo santana

Sobre o auxílio cesta básica, o Governo do Ceará informa que a iniciativa deve beneficiar alguns dos setores mais atingidos pela pandemia. Entre os trabalhadores que terão direito ao cartão-alimentação, estão profissionais do transporte complementar e escolar, taxistas e mototaxistas, motoristas de aplicativo, bugueiros, além de guias turísticos, ambulantes e feirantes.

Quanto à suspensão da cobrança das taxas de regulação no transporte, o governador explicou que a medida irá beneficiar topics e ônibus, e serve como um apoio para esse segmento. Segundo Camilo, o governo cearense já deu suporte ao setor na primeira onda, e agora volta a auxiliar.

O Governo do Ceará enviou ambos os projetos de lei que autorizam a criação dos benefícios para a Assembleia Legislativa. A expectativa é que os deputados coloquem as medidas para votação durante sessão virtual ainda nesta quinta-feira (8).

Veja também: Conta de luz no Ceará – Projeto pagará contas de abril e maio para mais de 500 mil famílias

Ceará começa a pagar auxílio para a compra de gás

No mesmo dia em que o governador anunciou duas novas medidas sociais no estado, o Governo do Ceará começou a distribuir o primeiro lote do Vale Gás Social, iniciativa que já teve a lista de beneficiários divulgada. A medida irá ajudar mais de 250 mil famílias de baixa renda inscritas no CadÚnico e atendidas pelo Bolsa Família, além de jovens inseridos no Programa Superação.

As entregas dos tíquetes irão acontecer em duas etapas diferentes para evitar aglomerações. A primeira começou no dia 7, atendendo cidade das Regiões Metropolitanas, Cariri, Litoral Leste e Oeste, Centro Sul e Baturité, e segue até sexta-feira (09/04).

Neste primeiro momento, o governo irá entregar 130.314 vales para as Prefeituras dos municípios. As entregas acontecem por meia da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). Em maio, a SPS dará início à segunda etapa do Vale Gás Social, entregando os 125.263 tíquetes restantes, o que representa um total de 255.577 vales para famílias de todo o estado.

O governador Camilo Santana sancionou o Vale Gás Social no último dia 23 de março, numa iniciativa com colaboração da Nacional Gás.  Por conta da parceria, a empresa irá vender os botijões a preço de custo para o Estado.

Veja também: Cartão Mais Infância – Auxílio cearense amplia número de beneficiários. Veja!

Situação da pandemia no Ceará

Na parte final da transmissão, Camilo afirmou que os números da pandemia estão com uma tendência de melhora no Estado, mas que a situação ainda é grave. Segundo o governador, o momento ainda é muito delicado e não é possível relaxar.

“Vamos respeitar o isolamento social e ficar em casa. Sua maior proteção é o distanciamento social e usar a máscara, portanto use, cuide de você e cuide de quem você ama. Estamos diante de um momento desafiador, mas temos certeza que vamos conseguir passar por ele juntos”, ressaltou Camilo.

Além de pedir para a população respeitar as medidas de prevenção contra a Covid-19, o governador do Ceará também comentou sobre as vacinas no Estado. Camilo informou que se reuniu com a direção da Anvisa durante esta semana para solicitar a liberação da importação da vacina russa Sputnik V.

O Governo do Ceará já comprou cerca de 5,8 milhões de doses do imunizante, quantidade suficiente para resolver a situação da vacinação no Estado. Por conta disso, o governador pediu pressa para a Anvisa, pois aguarda a autorização desde janeiro e espera receber o primeiro lote ainda neste mês.

Segundo o Vacinômetro do Governo do Ceará, até o dia 7 de abril o Estado já aplicou mais de um 1,2 milhão de doses. A expectativa agora é receber logo as doses da Sputnik V, que tem 91,6% de eficácia contra casos sintomáticos e já é utilizado em  58 países.

Felipe Matozo
Estudante de Jornalismo no Centro Universitário Internacional Uninter, repórter do Jornal O Repórter e ator profissional licenciado pelo SATED/PR. Ligado em questões políticas e sociais, busca na arte e na comunicação maneiras de lidar com o incômodo mundo fora da caverna.
FacebookLinkedin

Deixe seu comentário