Auxílio emergencial: resumo do calendário de pagamento desta semana (26 a 30/04)

O calendário de pagamentos da primeira parcela do auxílio emergencial será finalizado nesta semana (26 a 30/4). Os pagamentos tiveram início em 6/4 para o público em geral e 16/4 para beneficiários do Bolsa Família.

Nos próximos dias, devem receber os aniversariantes de outubro, novembro e dezembro, no caso do público em geral. Já no que se refere aos beneficiários do Bolsa Família, recebem aqueles com NIS finais 6, 7, 8, 9 e 0.

Publicidade

Publicidade

Confira, aqui, quais são as datas de pagamento para cada um desses beneficiários do auxílio emergencial 2021 e mais informações essenciais sobre o programa!

pessoa com dinheiro em mãos

Auxílio emergencial: calendário de pagamento de 26 a 30/4

O auxílio emergencial finaliza o pagamento da primeira parcela nesta semana (26 a 30/4). Para você não perder uma data sequer, confira um resumo do calendário, com indicação de quem recebe nos próximos dias:

Calendário auxílio emergencial público em geral

As datas de pagamento foram estabelecidas de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Nesta semana, recebem os aniversariantes de:

Publicidade

Publicidade

  • Outubro: 27/4 – saque e transferências a partir de 13/5
  • Novembro: 28/4 – saque e transferências a partir de 14/5
  • Dezembro: 29/4 – saque e transferências a partir de 17/5

Calendário auxílio emergencial beneficiários do Bolsa Família

Os dias de pagamento do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família consideram o dígito final do NIS. Confira quem recebe nesta semana, de acordo com o número final do NIS:

  • 6: 26/4
  • 7: 27/4
  • 8: 28/4
  • 9: 29/4
  • 0: 30/4

Valores do auxílio emergencial 2021

O auxílio emergencial 2021 pagará quatro parcelas de R$ 150,00 a R$ 375,00, conforme a composição familiar do beneficiário. Veja, a seguir, quais são os valores exatos para cada perfil:

  • Família composta por única pessoa: R$ 150,00
  • Famílias com mais de uma pessoa: R$ 250,00
  • Mãe chefe de família: R$ 375,00

Se na sua família tiver mais de uma pessoa elegível ao auxílio, somente uma poderá receber. Portanto, não é possível acumular valores do benefício desta vez.

Quem é beneficiário do Bolsa Família não pode acumular benefícios, o governo libera aquele que é mais vantajoso. Por exemplo, suponha que receba R$ 100,00 de Bolsa Família, mas tenha direito a R$ 150,00 no auxílio. O governo liberará somente R$ 150,00 e não R$ 250,00.

Pagamento do auxílio emergencial: como é feito?

O público em geral recebe o auxílio emergencial na conta poupança social digital do Caixa Tem. Assim que o crédito ocorrer, o valor pode ser utilizado para pagamento de faturas, bem como de compras utilizando o cartão de débito virtual ou QR Code.

O saque ou transferência de valor entre contas não estará disponível imediatamente para o público em geral, só será possível realizar essas transações a partir de 30/4, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário.

Publicidade

Publicidade

Já para quem é do Bolsa Família, o pagamento ocorre da mesma forma que o desse programa. A diferença é que os beneficiários têm acesso ao saque imediatamente.

Consulta e contestação do auxílio emergencial

Ainda não sabe se receberá o auxílio emergencial 2021? É fácil tirar essa dúvida, basta realizar uma consulta no site da Dataprev. Nele, também é possível contestar o resultado, se for negativo e dependendo do caso. Veja como realizar esses dois procedimentos:

  1. Acesse o site de consulta ao auxílio emergencial;
  2. Forneça dos dados pessoais solicitados;
  3. Marque a caixa de recaptcha;
  4. Clique em “enviar”;
  5. Selecione “auxílio 2021”.

Pronto! A página será automaticamente atualizada e trará o status do benefício. Se foi negado, o site exibirá o motivo e, dependendo do caso, é possível contestar.

Mas, há um detalhe importante: o prazo de contestação para o público em geral acabou em 22/4. Se for beneficiário do Bolsa Família, ainda é possível contestar até o dia 1/5.

Publicidade

Para isso, clique no botão “solicitar contestação” e confirme o procedimento. Os dados seguirão para um reprocessamento e o resultado pode sair em até um mês.

Publicidade

Caso realmente tenha direito ao auxílio emergencial, as parcelas do benefício são liberadas retroativamente, portanto, receberá todas as quatro parcelas.

Em alguns casos, é preciso solicitar a correção da base de dados governo. Por exemplo, se seu auxílio foi negado por não cumprir os requisitos de renda, verifique no aplicativo CTPS Digital ou Meu INSS se seu salário é mencionado corretamente. Se não for, solicite ao seu atual ou antigo empregador a correção da informação.

Flavio Carvalho
Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

1 comentário

  • Boa tarde tudo bem eu não tenho renda nén uma. Estou precisando de uma a judar

Deixe seu comentário