Como aceitar Pix no meu estabelecimento? Vale a pena? Dicas de segurança

Empresas que aceitam Pix como forma de pagamento têm menos risco de perda de faturamento. Com essa opção, é possível realizar mais vendas e ter outras vantagens.

Aqui, você confere quais são essas vantagens e como aceitar Pix em seu estabelecimento, bem como dicas de segurança. Acompanhe!

Publicidade

Publicidade

pix

O que é Pix?

Trata-se de um meio de pagamentos criado pelo Banco Central. Ele permite transferências e pagamentos em tempo real, 24 horas por dia, nos 7 dias da semana.

O serviço está disponível para pessoas jurídicas e físicas. No caso das jurídicas, elas passam a ter mais uma opção de pagamento além do cartão, boleto, TED e DOC.

Um dos principais diferenciais do serviço é que sua finalização ocorre em até 10 segundos. Na prática, isso significa que o dinheiro estará disponível na conta dentro desse prazo.

Publicidade

Publicidade

Entretanto, é importante destacar que o banco pode bloquear o dinheiro por até uma hora, caso encontre indícios de movimentação suspeita. O valor é liberado após uma análise, se não houver fraude.

O que Pix é pago?

Depende do perfil do usuário. Para pessoas físicas, por exemplo, o serviço é gratuito. Já empresas pagam uma taxa para uso do Pix. Mas, há bancos que trabalham com taxas reduzidas ou gratuitas, de acordo com o perfil da empresa.

Vantagens de usar Pix no seu estabelecimento

Por que seu estabelecimento deve usar Pix? Simples: este meio de pagamento oferece vantagens especiais em relação aos demais. Confira, a seguir, quais são elas:

  • Maior possibilidade de venda, passando a disponibilizar mais um meio de pagamento para os clientes;
  • Recebimento de pagamentos em poucos segundos, diretamente na conta da empresa;
  • Custos de uso do Pix são menores do que outros meios de pagamento disponibilizados pelos bancos;
  • Pagamentos sem intermediários, com transações rápidas entre pagador e recebedor;
  • Mais facilidade para controle de fluxo de caixa, com entrada de dinheiro em tempo real na conta da empresa;
  • Possibilidade de receber valores qualquer dia e horário, inclusive nos fins de semana.

O que é preciso para aceitar Pix em seu estabelecimento?

Segundo o Banco Central, para aceitar Pix como meio de pagamento em seu estabelecimento é preciso que a pessoa jurídica:

  • Pesquise condições do serviço junto aos bancos em que possui conta. Dessa forma, conseguirá entender tarifas, disponibilidade e funções, escolhendo a melhor alternativa;
  • Defina uma conta transacional para recebimento do Pix;
  • Se tiver integração com sistema de automação, verifique se o sistema está integrado com o Pix.

Como cadastrar Pix para uma empresa

O cadastro da empresa no Pix é feito exatamente da mesma forma que o cadastro para pessoas jurídicas. Para isso, é preciso cadastrar chaves Pix.

As chaves Pix são formas de identificação de uma conta ou pessoa para transações financeiras. Por exemplo, em vez de informar número de banco, conta e agência para fazer a transferência, basta informar a chave Pix, que pode ser:

  • CNPJ;
  • E-mail;
  • Número de telefone celular;
  • Chave aleatória (código formado por letras, números e símbolos gerados aleatoriamente no aplicativo do banco).
Publicidade

Publicidade

De acordo com o Banco Central, pessoas jurídicas conseguem cadastrar até 20 chaves Pix em uma única conta ou contas bancárias diferentes. No entanto, não é possível cadastrar a mesma chave em mais de uma conta.

Como receber via Pix

Depois de efetuar o cadastro da chave Pix, a empresa pode receber pagamentos por QR Code compartilhado com o pagador. Este QR Code pode ser dinâmico ou estático, físico ou virtual.

Outra forma é informar a chave Pix da empresa, seja ela seu CNPJ, número de telefone celular, chave aleatória ou e-mail. Assim que o pagamento for efetuado, ele estará disponível em poucos segundos na conta da empresa, possibilitando uma rápida confirmação de compras online, por exemplo.

Dicas de segurança para uso de Pix por empresas

Desde que o Pix foi criado, cresceram o número de fraudes envolvendo esse meio de pagamento. Para evitar golpes, confira essas dicas que separamos:

  • Não é obrigatório cadastrar chaves no Pix, dá para usar o serviço como uma TED;
  • O cadastro de chaves é sempre feito pelo internet banking ou aplicativo do banco em que possui conta;
  • O banco já tem suas informações para cadastro de chave Pix, portanto, você não precisa informar tudo novamente. Se dados forem solicitados, desconfie;
  • Ao realizar transações pelo Pix, confirme no app os dados de quem receberá o valor. Caso sejam divergentes, não faça a transferência ou pagamento.

Publicidade

Gestor de Projetos e Pessoas da WebGo Content. Especialista em SEO e novos Projetos. Formado em Relações Públicas (PUC/PR) e experiência de mais de 10 anos no Marketing Digital.
FacebookLinkedinTwitter

Participe dos nossos grupos

WhatsappWhatsApp

Entre no Grupo e receba as notícias do dia

TelegramTelegram

Entre no Canal e receba as notícias do dia

FacebookFacebook

Curta nossa Página e receba as notícias do dia

Deixe seu comentário